recadastramento

photos
 
Cento e cinquenta e três servidores municipais não comparecerem para o recadastramento e estão sem receber os salários dos meses de maio e junho. A informação é do secretário de Gestão Pública, André Oliveira, que disse ainda que a partir do terceiro mês os casos serão encaminhados para a Comissão de Inquérito e Sindicância. Desde fevereiro, quando foi aberto o recadastramento dos servidores ativos da Prefeitura de Campos, 13.920 realizaram o procedimento. 
Segundo André, dos 153: 38 são professores, 25 médicos, 9 técnicos em enfermagem, 9 auxiliares de secretaria, entre outros. Do total de faltosos, 88 moram em Campos e os demais em várias cidades fluminenses, além dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. 
— Esses 153 servidores que não compareceram ao cadastramento, estão sem receber os meses de maio e junho e não reclamaram a suspensão. A secretaria de Gestão Pública realizou o recadastramento de fevereiro a abril e depois continuamos atendendo aqui na secretaria, como ainda estamos fazendo — detalhou o secretário. 
Ainda segundo André, passados os três meses será determinada a instauração de Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar a situação funcional de cada servidor. Após cumpridos todos os trâmites processuais, poderá culminar na aplicação de penalidade disciplinar de demissão, prevista no Estatuto dos Servidores Públicos de Campos (Lei 5.247/91). 
— Estes faltosos representam R$ 483.966, 55 mil por mês na folha de pagamento. No período de um ano, somados décimo terceiro salário e férias, são R$ 6.451.274,11 milhões — detalhou o secretário de Gestão Pública.